quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

             Sobre a sopa emagrecedora:

A sopa emagrecedora realmente é uma boa opção para emagrecer com saúde?

A primeira coisa que você precisa saber é que a dieta da sopa se encaixa no grupo das dietas restritivas. Isso quer dizer que ela exclui alguns alimentos do cardápio, e é cheia de proibições bastante difíceis de seguir.

Veja abaixo alguns pontos negativos dessa dieta:

# É verdade que a dieta da sopa provoca grande perda de peso, pois a pessoa estará ingerindo menos calorias diariamente, entretanto, por ser bastante pobre em calorias, a sopa emagrecedora não supre as necessidades energéticas de uma pessoa adulta, o que pode resultar em graves problemas de saúde.

# As pessoas que tentam seguir essa dieta podem sofrer com fraqueza, dores de cabeça, tonturas, cansaço, irritabilidade e indisposição. Isso acontece principalmente por causa da baixa ingestão de hidratos de carbono, que são a principal fonte de energia do organismo.
# Apesar de rica em vitaminas e sais minerais, a sopa emagrecedora é muito pobre em carboidratos, gorduras e proteínas. Além disso, por excluir as leguminosas do cardápio, a dieta da sopa compromete o fornecimento de aminoácidos ao organismo. Os aminoácidos representam 20% do corpo humano, e são essenciais para a formação de hormônios.
# Outro problema da dieta da sopa é que ela é muito pobre em gorduras. Isso pode parecer bom para quem deseja emagrecer, mas a verdade é que para viver com saúde é necessário ingerir um pouco de gordura. A gordura atua na produção hormonal, e é essencial para a absorção das vitaminas lipossolúveis.
# A dieta da sopa permite o uso de algumas sopas industrializadas, entretanto, essas sopas são ricas em sódio (e outros elementos prejudiciais), o que não é bom para quem deseja perder peso, pois o sódio promove a retenção hídrica e em excesso provoca aumento da pressão arterial.
# Outro ponto negativo da dieta da sopa é que ninguém consegue ficar a vida inteira tomando sopa. Uma alimentação monótona e muito restritiva pode levar qualquer pessoa a cair em tentações mais cedo ou mais tarde, portanto, a dieta da sopa pode levar você a ganhar mais peso, pois o seu organismo ficará com uma necessidade louca de devorar todos os tipos de alimentos, inclusive aqueles calóricos e açucarados. E cá entre nós: é muito difícil resistir quando bate aquela vontade absurda de devorar todo tipo de porcarias.

Então eu devo eliminar a sopa emagrecedora do meu cardápio?

A sopa emagrecedora é saudável, e você pode consumi-la com toda a tranquilidade. O que você NÃO deve fazer é utilizar somente a sopa, e deixar de comer outros alimentos saudáveis.  
Para emagrecer com saúde você pode tomar a sopa uma vez por dia, ou umas três vezes por semana. Mas lembre-se de manter sempre uma dieta equilibrada, assim você emagrecerá de maneira saudável, sem sofrer com fraquezas, tonturas, dores de cabeça e indisposição.

Receita de sopa emagrecedora

Veja abaixo uma receita de sopa emagrecedora muito fácil de preparar.

Ingredientes
01 kg de tomate sem pele
 # 01 repolho
 # 06 cebolas grandes
 # 01 cabeça de alho
 # 01 ramo de aipo
 # 02 pimentões
 # 04 cenouras
Modo de preparo
Para preparar essa sopa emagrecedora basta picar todos os ingredientes e colocar numa panela. Adicione água até cobri-los, e deixe cozinhar por aproximadamente 60 minutos. Depois tempere com pouco sal e pimenta.

Considerações finais

A dieta da sopa, apesar de realmente provocar emagrecimento rápido, não contribui para a reeducação alimentar, e ainda pode prejudicar a saúde.
A sopa emagrecedora é saudável e não precisa ser cortada do cardápio, mas não deve ser utilizada como base da alimentação, pois não possui todos os nutrientes que o organismo precisa para funcionar adequadamente.

Fonte: http://emagrecimentourgente.com/sopa-emagrecedora-sera-que-a-dieta-da-sopa-emagrece-mesmo/.

        Bom, estava sumida minha bebê toma todo meu tempo, mas pretendo manter ativa minhas atualizações no blog, pois funciona como um incentivo ao meu emagrecimento. Desde meu último post, perdi mais uns quilinhos e hoje estou com 63 kg. O que tá pegando é que não tô conseguindo mais emagrecer, mesmo porque não consigo mais parar de comer besteiras e doces. Força de vontade zero. Então hoje, vou voltar a emagrecer, está decidido. Para isto, vou iniciar uma dieta de ataque. O método Dukan é muito interessante em um aspecto, não os nutricionais, estes eu tenho minhas dúvidas, não acredito em restrições alimentares; contudo a divisão em fases é  muitíssimo interessante. A primeira fase é de ataque, a segunda cruzeiro, a terceira consolidação e a última estabilização. Para melhor entenderem a divisão:

Fase de Ataque: Uma perda de peso rápida e motivadora, com 66 alimentos ricos em proteínas autorizados para comer à vontade. Essa fase dura de 1 a 7 dias no máximo (para pessoas acima de 20 quilos) e proporciona uma perda de peso de até 5 kg.

Fase Cruzeiro: Dieta para consumo à vontade. Essa fase propõe uma perda de peso moderada, em média 1 kg por semana, até atingir o Peso Ideal.

Fase de Consolidação: É a fase de reedução alimentar, que dura 10 dias por peso perdido para impedir o efeito sanfona. Por ex. para uma perda de 10 quilos nas duas primeiras fases, a Consolidação vai durar 100 dias.

Fase de Estabilização: Alimentação livre. Aqui nada mais é proibido, porém é obrigatório seguir  três regras simples para o resto da vida: a quintas -feira Proteica, 3 colheres de sopa de farelo de aveia por dia e  20 minutos de caminhada diária + abandono para sempre dos elevadores. 


          Fazendo um apanhado geral destas fases cheguei a conclusão de para uma dieta dar certo, ela realmente precisa ser separada em etapas, conforme as necessidades. Não sou nutricionista, por isso faço a dieta para mim e não para outros seguirem. Separei meu emagrecimento em três fases: ataque (dieta mais restritiva para dar um susto nas calorias e acelerar o metabolismo, uma semana no máximo); mediadora (dieta menos restritiva visando consumir no máximo 1300 calorias por dia, um mês no máximo) e reeducação alimentar (para vida toda, consiste em se alimentar de forma saudável, mas sem restrições alimentares).
           Logo, hoje início a dieta de ataque, segue meu cardápio diário:


Café da manhã: 8h e 9h

Opção1 - Uma xícara de café com adoçante + 1 fatia de pão integral com margarina light;
Opção 2 - Uma xícara de café com adoçante + 4 biscoitos cream cracker com margarina light.

(não fico sem café pela manhã)


Almoço: 12h

Sopa emagrecedora


Lanche 1: 15h

Mesmo do café da manhã


Lanche 2: 18h

Fruta;
Iogurte com chia.


Janta: 21h

Sopa emagrecedora



Esta dieta será seguida por uma semana.
Meta: - 3 kg

 



 



sábado, 31 de outubro de 2015

Acabei de achar este manual da barriga sarada, na internet, e achei bem interessante, é claro que não há novidade, mas é sempre bom relembrar o que se deve fazer. É bom relembrar, também, que a "barriga sarada" é só um incentivo já que o emagrecimento funciona como um todo e não há como emagrecer somente em um local. 


1 – ALIMENTE-SE A CADA 2-4 HORAS, E GARANTA 4-7 REFEIÇÕES DIÁRIAS: Consuma proteína combinada com um bom tipo de carboidrato em cada refeição.

2 – SEMPRE ALIMENTE-SE ANTES DE ESTAR MORRENDO DE FOME: E diminua, assim, as chances de você acabar comendo demais e comendo o que não deveria.

3 – REALIZE O CAFÉ DA MANHÃ: É a refeição mais importante do dia.

4 – NÃO COMPRE ALIMENTOS TENTADORES: Biscoitos, bolos, congelados, salgadinhos, pizza...dessa forma, suas chances de consumi-los diminuem. Porém, se você os tiver em casa, deixe em algum lugar de difícil acesso.

5 – PREPARE SUAS REFEIÇÕES COM ANTECEDÊNCIA: Não deixe para preparar apenas quando estiver com fome, a tendência será você comer mais e algo pouco saudável.

6 – NÃO VÁ COM FOME AO SUPERMERCADO, E EVITE OS CORREDORES DE GULOSEIMAS: Ir às compras com fome diminui sua seletividade, e você pode acabar levando para casa aqueles alimentos tentadores que era melhor que tivessem sido evitados.

7 – BEBA MUITA ÁGUA NO SEU DIA: No mínimo 2 litros/dia (4 garrafas de 500 mL).

8 – FIQUE LONGE DOS ALIMENTOS COM MUITO AÇÚCAR SIMPLES: Veja - Entenda os CARBOIDRATOS. Saiba escolher.

9 – EVITE OS PROCESSADOS E REFINADOS: Alimentos industrializados (embutidos, enlatados, congelados, empacotados, etc) e pão branco, farinha branca, arroz branco prejudicam a perda de gordura abdominal.

10 – CONSUMA 5 CORES DE ALIMENTOS (ENTRE FRUTAS E VERDURAS) DIARIAMENTE: Vermelho, verde, branco, roxo e laranja/amarelo...e garanta assim o consumo adequado de vitaminas e minerais, sem esses nutrientes qualquer esforço para a perda dos pneuzinhos será ineficaz.  

11 – CONSUMA BOA QUANTIDADE DE FIBRAS: Elas auxiliam no processo digestivo, reduzem o colesterol, geram saciedade e até combatem a celulite!

12 – REALIZE EXERCÍCIOS FÍSICOS SEMPRE: Para adquirir a barriga de “tanquinho”, é imprescindível um treinamento eficiente, com intensidade máxima e foco.


Pouca definição?




Definição média?


       Sobre o blog e a dona do mesmo:
      Olá! Sou Camila, tenho 30 anos, sou formada em Letras com mestrado em literatura, amo: ler, escrever, dançar, namorar (meu marido), ouvir música, viajar (de carro, ônibus, avião e na imaginação), debates calorosos, ter sempre razão (mesmo quando não tenho), me contradizer, me surpreender, comer e malhar. Nada muito diferente de quase todo mundo, mas o que importa mesmo pra este nosso papo é que gosto de comer e esta relação com a comida nem sempre foi muito saudável.
        Isso porque acabo comendo doces em excesso, totalmente sem controle, saindo assim das metas que estabeleço. Não acho que seja nenhum problema gostar de comer, meu biotipo pede mais calorias. Sou de uma família de gordinhos, portanto, minha genética já me condena. No entanto, não preciso me render a genética, posso e devo mudar os hábitos e ficar do jeitinho que sonho.
        Daí, fazendo um apanhado geral do meu peso, já engordei e emagreci algumas vezes desde meus dezessete anos, que foi quando atingi o auge da "fofurice". O efeito sanfona é meu parceiro. Durante este tempo tive uma fase realmente magra e mais ou menos "sarada" (pernas torneadas, ombro e braços sequinhos, barriga com ares de gomos). Me mantinha ativa na academia, faço academia há uns cinco anos, porém, me mantive focada por três anos (2009-2012) e neste período consegui ficar do jeito que queria, magra e torneada. Mas aí casei no final de 2012, mudei de bairro e pra achar nova academia foi "osso". Voltei a malhar, mas não continuei com o mesmo foco. O tempo passou, engordei e emagreci, novamente, até chegar em 2015, ano que realmente marcou a mudança definitiva do meu corpo. Descobri que estava grávida em setembro de 2014, minha bebê nasceu em maio de 2015 e há cinco meses tenho o amor da minha vida e mais marcas da Cesárea, gordura localizada e peitos enormes e não tão bonitos. Ok!!! Mas tá valendo!!! Vale a pena por ter a coisinha mais gostosa do mundo.  
         Daí, com a chegada da minha bebezuca, precisei mudar novamente. Perdi quinze quilos até agora, é muito? Sim. Mas ainda faltam sete quilos para chegar no meu objetivo que são 60 kg, peso que atualmente me fará ficar visivelmente magra. Quando fui ter minha filha, estava no auge dos meus 83.200 kg, engordei 14 kg durante a gravidez, mas já estava com sobrepeso antes de engravidar. Agora, estou lutando pra perder os 7 kg que faltam, ou até mais, e entrar na forma que quero. Atualmente não estou na academia, faço exercícios em casa, pelo Youtube. Comecei um tratamento com a endocrinologista também e agora estou confiante na mudança. 
       Portanto, este blog terá a função de me ajudar e de dar dicas de como cuidar do bebê e cuidar de nós mesmas, mamães. Porque não dá pra ficar com a bunda enorme, os peitos caídos e a pança gigante, enquanto os papais passeiam magros e esbeltos com os carrinhos de bebês nas pracinhas nas manhãs de domingo. A gente se dedica a semana toda ao bebê e precisa se dedicar a nós também. Mães bonitas são melhores mães, pois se sentem bem e isso reflete nos tratamentos com a criança.